Meu vizinho comedor me comeu mais uma vez, já estou viciado na sua pica

Banner Oferta 250x250

Acordei com minha esposa chupando meu pau e fazendo um fio terra maravilhoso, quando estava quase gozando ela parou e me disse pra aguentar que quando ela chegasse do trabalho iríamos fuder muito e deixaria eu gozar na sua boquinha, abriu sua gaveta e pegou uma calcinha vermelha e disse que queria me ver usando quando ela chegar do trabalho, era uma calcinha bem pequena, me levantei e fui tomar banho, vestida calcinha e fui arrumar a casa, já cheio de tesão e doido pra dar, porque além de comer minha mulher ela também me come, me enfia no cuzinho até três dedos e soca forte além de dar umas línguadas bem gostosas aínda soca o nosso CONSOLO de 20cm em mim sem dó nem piedade e ainda diz que ama me arrombar, delicia de mulher, o telefone tocou, era meu vizinho a quem já dera a bundinha algumas vezes, já entrou falando: Bruno, é o Fábio, cara, tô numa secura do caralho, afim de comer essa bundinha gostosa, posso ir aí? VEMMMM!!! Respondi no ato, não demorou 5 minutos e a campainha tocou, abri a porta usando somente a bendita calcinha, entrou e sem falar nada me agarrou tascando um beijo de língua daquele que amolece as pernas, com as duas mãos apertava e bolinava minha bunda, mamou meus peitinhos sugando e mordiscando meus mamilos, me levou até o sofá e sentou me, tirou a bermuda expondo seu caralho gostoso e me deu pra mamar, chupei gostoso sua pica enfiando na boca tudo, lambia e chupava da cabeça ao saco e descia com a língua até seu cuzinho, ele delirava acariciando minha cabeça, sentou no sofá, me fez sentar no seu mastro de costas para ele afastando de lado a minúsculas calcinha quê minha esposa me deu e sentei sentindo cada pedacinho daquele cacete me penetrar, descia e subia no mastro delicioso do meu macho sendo conduzido por suas firmes mãos que seguravam forte minha cintura, eu gemía baixinho pedindo: me fode, mete gostoso, ui delicia, enquanto ele falava: que putinha gostosa, meu viadinho vou fuder todok seu cuzinho, me pôs de quatro, pôs a calcinha d lado novamente e meteu seu delicioso pau com vontade no meu cuzinho, enquanto me xingava deliciosamente de bicha, viadinho, puta e piranha eu ia dizendo meu macho me fode, fode sem pena, arrombada o cuzinho do teu viadinho, socando forte na minha bunda, segurando firme meu quadril e dando O vigorosas palmadas ardidas na minha bunda, coisa que amo, ele anunciou o gozo, vou gozar, saiu de dentro do meu cuzinho, sentei no sofá, ele punhetava seu pau na minha boca enquanto eu lambia a cabeça Bom do lindo pau que O me satisfaz e esporrou jatos líquidos de sua porra quente e deliciosa, engoli tudo e continuei chupando seu pau pra deixar limpo, satisfeito, me deitou no sofá e me punhetando caiu de boca no meu pau e chupou punhetando rápido, vou gozar, falei e gozei na boca do meu comedor que veio com a boca cheia de porra e dividiu comigo num beijo delicioso, engoli o que ele me deu, ele se vestiu e fiquei ali estenuado e satisfeito, antes de sair ele olhou pra mim e perguntou-me se podia voltar amanhã com seu sobrinho do Ceará que estava passando o final de semana em sua casa, falei de você pra ele e ele ficou interessado, Claro que sim, respondi, então nos vemos amanhã, uhuuuuuu, já estou sonhando com a foda de amanhã

Comentários, elogios e marcar pra um boquete
brunorossi.bi18@yahoo.com

Powered by WPeMatico

produtos